HomeBebêsQual a diferença entre Baby Blues e depressão pós-parto?
Baby Blues

Qual a diferença entre Baby Blues e depressão pós-parto?

Baby Blues e Depressão pós – parto. Se você está prestes a ser mãe, provavelmente já ouviu falar sobre essas duas condições.

É difícil entender por que algumas mães sentem tristeza, angústia e até têm crises de choro nos dias seguintes após o parto. Afinal, ela não deveria estar contente?! Não necessariamente. E isso tem explicação!

Baby Blues

Baby Blues e depressão pós-parto: entenda a diferença

Baby Blues ou Blues Puerperal ocorre com 80% das mães e é uma consequência das bruscas alterações hormonais após o parto. A palavra “Blues” em inglês significa tristeza e que tem a ver com o jeito que a mulher se sente durante esse período. 

Além disso, nessa fase a mãe entra em contato com o bebê real, ela tem que lidar com os medos e ansiedades causados pelo novo papel materno e isso pode contribuir para o surgimento do Baby Blues.

Durante esse período a mulher está mais sensível que o normal. Ela pode chorar por qualquer coisa, ofender-se facilmente, sentir-se incapaz e frágil, se irritar com facilidade e até ficar desanimada sem motivo. 

Segundo especialistas, essa sensação costuma durar de 10 a 15 dias, tende a diminuir e depois desaparecer completamente sem necessitar de tratamento.

A principal diferença entre o Blues puerperal e a Depressão é o tempo. Enquanto Baby Blues costuma durar aproximadamente 15 dias, causado apenas pelas alterações hormonais, a Depressão Pós-Parto não passa e são raros os momentos de felicidade.

Baby Blues não é um princípio de Depressão ou uma chance de desenvolvê-la. Alguns fatores podem influenciar na Depressão Pós-Parto, dentre eles doenças psiquiátricas prévias, falta de suporte familiar, dificuldades físicas e emocionais durante a gestação ou alguma doença no bebê.

Baby Blues

Apoio da família é fundamental

DANDO UM DESCANSO MERECIDO: Segurar o bebê para que ela possa tirar uma soneca, olhar a criança enquanto ela toma banho, são algumas coisas pequenas que vão trazer um pouco de alívio na rotina da mãe. Isso qualquer um da família pode fazer.

COMPARTILHANDO EXPERIÊNCIAS: Para as mães de primeira viagem a preocupação de ter que aprender a cuidar do bebê pode influenciar nos sintomas do Baby Blues. Alguém experiente para dar um auxílio faz diferença.

DEMONSTRANDO COMPREENSÃO: A pior coisa é você não estar bem e as pessoas acharem que é frescura. É necessário entender que essas mudanças de humor são involuntárias e tratar como algo insignificante não é a melhor forma de ajudar.

Baby Blues

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?

Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

Facebook, Instagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

Leia Mais:

Teste de gravidez: qual o momento certo de fazer?!

O que é a gravidez ectópica?

Qual é o papel da doula na vida da gestante?!

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário