HomeTentantes5 principais causas da infertilidade masculina
infertilidade masculina

5 principais causas da infertilidade masculina

Atualmente, estima-se que a infertilidade masculina seja a razão de 50% dos casos de infertilidade conjugal – que afetam pelo menos 48,5 milhões de pessoas em todo o mundo. Esse sério problema tem deixado muito casais apreensivos e voltado os olhares da ciência e medicina na busca pelas causas e tratamentos mais indicados para cada situação em que é apresentado algum nível de infertilidade.

Nessa matéria, o Blog Teste Positivo vai listar as principais causas da infertilidade masculina e o tratamento mais indicado. Confira!

infertilidade masculina

Quais são as causas da infertilidade masculina?

1. Condições Ambientais 

As causas ambientais podem interferir diretamente na produção e na qualidade dos espermatozoides, o que influencia diretamente na fertilidade de um homem. A utilização de hormônios, anabolizantes, medicamentos, tabaco, álcool, drogas ou tratamentos como quimioterapia e radioterapia são determinantes para a redução dos níveis de fertilidade.

Outros fatores, como as infecções crônicas sofridas na infância (caxumba, por exemplo) podem contribuir para a infertilidade masculina. Profissionais que ficam expostos muito tempo ao calor, como cozinheiros, motoristas e metalúrgicos, podem apresentar problemas de infertilidade, devido às temperaturas mais alta em seus quadris que prejudicam a produção dos espermas.

2. Causas Anatômicas

Entre as causas anatômicas, a varicocele é disparadamente a mais citada, cerca de 40% dos homens que apresentam sintomas de infertilidade tem a varicocele como a responsável por essa situação. Essa doença causa a dilatação dos vasos sanguíneos, o que ocasiona a elevação da temperatura dos testículos e dificulta a produção dos espermatozoides.

A obstrução do canal deferente é outra causa anatômica que pode levar a infertilidade, normalmente essa obstrução ocorre por conta de cirurgias pélvicas, infecções ou DST’s.

3. Causas Imunológicas

Doenças como artrite, lúpulo e tireoide podem prejudicar a quantidade e qualidade dos espermatozoides. Você sabia? Os espermatozoides são estranhos ao corpo que os produz, pois possuem apenas metade do número normal de cromossomos.

Em alguns casos, o espermatozoide pode entrar em contato com o sangue, o que iniciaria uma reação auto imune do corpo, com a produção de anticorpos para eliminar os espermatozoides.

4. Causas Genéticas

Em algumas situações, as alterações genéticas no DNA podem gerar uma atitude de defesa do organismo onde é evitada a produção de espermatozoides. Mutações no gene NR5A1 são associadas a infertilidade masculina, que pode ser transmitida de geração em geração, segundo estudos iniciais realizados pelo Instituto Pasteur, da França, e da University College, de Londres.

5. Causas Hormonais

Alteração na fertilidade também estão diretamente relacionadas com as taxas hormonais, que podem ser afetadas por doenças como diabete, hipotiroidismo e hipertiroidismo. Os homens que apresentam essas doenças tendem a ter dificuldades para serem férteis, porém esse problema possivelmente será contornado com a utilização de medicamentos que normalizam os níveis hormonais.

Fato Curioso: Até mesmo a escolha do tipo de cueca pode influenciar na fertilidade do homem. É isso mesmo!

Segundo estudo realizado pela Universidade de Oxford, os homens que utilizam cuecas boxer são mais férteis que os que usam outros tipos de cuecas mais apertadas. Isso acontece pelo fato da cueca boxer ser menos apertada e não aquecer demasiadamente a região do escroto. Quando a temperatura é mais elevada nessa área, a produção e a qualidade dos espermas é prejudicada.

Fertilidade masculina também cai conforme a idade avança

Uma pesquisa comandada pela especialista em biologia reprodutiva, Laura Dodge, do Centro Médico Diaconisa Beth Israel e da Escola de Medicina de Harvard, revelou um resultado impactante, pois comprovou a diminuição da fertilidade masculina com o avanço da idade. A pesquisa foi baseada em grupos de mulheres e homens de diversas idades que estavam envolvidos em processos de fertilização in vitro.

O estudo revelou o aumento progressivo de danos no DNA dos espermatozoides ao longo dos anos e o menor número de espermatozoides no esperma de homens mais velhos devido ao declínio da testosterona como alguns dos fatores que podem explicar essa relação entre o avanço da idade e a menor fertilidade masculina.

infertilidade masculina

Como tratar a infertilidade masculina?

Primeiramente um espermograma deve ser realizado, esse exame é fundamental para investigar e colher diversos dados sobre o esperma de um homem, dessa maneira será possível identificar se há ou não algum tipo de problema que ocasione a infertilidade masculina.

No espermograma é analisado:

  • Volume do sêmen;
  • Concentração de espermatozoides;
  • Liquefação do sêmen (capacidade de se tornar líquido);
  • Número de espermatozoides;
  • Tamanho e formato dos espermatozoides;
  • Velocidade de progressão dos espermatozoides;
  • Mobilidade (ou motilidade) dos espermatozoides.

infertilidade masculina

Se o resultado do espermograma e o perfil do paciente indicar que a causa da infertilidade masculina é proveniente de situações ambientais, anatômicas ou imunológicas, o tratamento será realizado com medicamentos prescritos por um especialista da área de saúde.

Caso seja identificado que há infertilidade por conta de fatores hormonais, entre os tratamentos possíveis estão os remédios e injeções que regularizam as taxas de hormônio. Por fim, se houverem causas genéticas relacionadas a infertilidade, o tratamento mais indicado será a reprodução assistida ou a fertilização in vitro.

Para saber mais sobre as técnicas de fertilização, não deixe de acessar essa matéria completa do Blog Teste Positivo: Ciência evolui e técnicas de fertilização se tornam mais eficazes

 

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?
Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

FacebookInstagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

 

Leia mais

Fertilidade masculina também pode ser afetada pela idade

Inseminação artificial: como funciona?

Fertilização in vitro: como a técnica é realizada

Infertilidade feminina: o que pode causar e como tratar?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário