HomeGravidezComo a acupuntura pode ajudar na gravidez e amamentação?
acupuntura

Como a acupuntura pode ajudar na gravidez e amamentação?

As origens da acupuntura são milenares e indícios arqueológicos permitem que os pesquisadores concluam que a técnica era praticada na China, há mais de cinco mil anos, na atualidade, não somente a acupuntura tradicional ganhou fama, mas também a acupuntura na gravidez é cada vez mais comum e indicada pelos obstetras.

Muitos são os cuidados necessários para que momentos tão especiais como a gravidez e a amamentação transcorram de uma maneira tranquila. Por conta disso, os especialistas indicam a acupuntura frequentemente para que a gestação ocorra da melhor forma para a mãe e para o bebê.

acupuntura

Essa técnica traz muitos benefícios ao organismo, podendo ajudar a solucionar diversos problemas de saúde. De maneira geral, alguns benefícios são:

  • redução da ansiedade;
  • melhoria do metabolismo;
  • aumento da qualidade do sono;
  • melhoria da digestão;
  • redução do estresse
  • melhoria das atividades endócrinas;
  • estímulo do sistema imunológico.

Os benefícios da acupuntura na gravidez 

Enjoos e vômitos 

A acupuntura ajuda a diminuir a má-disposição, as náuseas, azia, os vômitos e a salivação em excesso, principalmente nos primeiros meses ondes essas situações acontecem com frequência.

Insônia e ansiedade

É normal sentir mais sonolência durante a gravidez; e a falta de descanso do corpo e da cabeça acabam por afetar diretamente os humores da mãe e do feto em desenvolvimento. A acupuntura pode ajudar na redução da ansiedade e na melhoria da qualidade do sono.

Equilíbrio da mente

Oscilações de humor e maior sensibilidade emocional são habituais – em grande medida devido ao peso da barriga e à tensão muscular –, mas isso pode ser amenizado com a prática da acupuntura. As emoções nesta fase dessa vida são muitas, num período tão especial e intenso, a variedade de sentimentos é frequente, por isso é importante o auxílio de técnicas que colaborem para o controle

Circulação sanguínea

Os problemas circulatórios podem ser atenuados com a acupuntura, uma vez que a estimulação de certos pontos, por esta técnica, pode corrigir alguns bloqueios e estagnações do sangue.

Dores lombares 

Acupuntura, yoga e pilates são ótimas técnicas para favorecer o relaxamento. Essas atividades melhoram a postura e aumentam a circulação sanguínea, diminuindo o inchaço tão comum no fim da gestação. Devido ao crescimento da barriga da futura mamãe, ocorrem alterações no centro de gravidade do corpo da mulher, por conta disso, a acupuntura e exercícios funcionais moderados são muitas vezes indicados pelos especialistas, ideal para evitar as lombalgias.

acupuntura

Reposicionamento fetal

Os especialistas também utilizam a técnica para o reposicionamento fetal, ou seja, dessa maneira o bebê estará na posição mais adequada nas semanas que antecedem ao parto. Esse tipo de procedimento pode ser feito com até 32 semanas de gestação e deve ter sempre o acompanhamento de um médico obstetra.

Dores de cabeça

O estresse e o cansaço, mais comuns na gestação, também podem provocar dor e até uma enxaqueca. A acupuntura tem efeito relaxante sob o corpo humano, o que pode solucionar e prevenir as enxaquecas.

Parto

Quando chegar o dia mais aguardado do ano, os efeitos da acupuntura serão notórios no nascimento do bebê. Segundo um estudo publicado no The American Journal of Chinese Medicine, a estimulação de determinados pontos – através da acupuntura ou da massagem tui na – pode alinhar a zona pélvica, evitando, por sua vez, uma cesariana forçada.

Pós-parto

A última fase do trabalho de parto, também conhecida como dequitadura, consiste na saída da placenta, o órgão responsável pelo oxigênio e pelos nutrientes que chegam ao bebê durante a gravidez. Normalmente, a placenta está localizada no fundo do útero, depois do feto, e sua retirada pode demorar e ser desconfortável para a mulher. Graças aos efeitos da acupuntura, este processo se torna mais rápido e indolor.

Combinação ideal: acupuntura e amamentação

São diversos as causas que levam algumas mulheres a enfrentarem dificuldades para a amamentar – como ansiedade, nervosismo, insônia, cansaço –, mas a acupuntura pode contribuir para o sucesso do aleitamento materno. Através das técnicas da acupuntura que controlam esses sintomas, em muitos casos o leite que já secou volta a fluir, o leite que está escasso fica abundante e até uma relactação pode ser mais fácil. As mastites também podem ser curadas por meio dessa técnica, mas é importante ressaltar que o tratamento adequado deve ser indicado sempre pelo obstetra.

acupuntura

Curiosidades da Acupuntura

Na acupuntura, as causas externas (como o clima) e internas podem desregular nossa energia e desbalancear as funções do nosso corpo. Por isso, é importante sempre procurar o equilíbrio entre corpo/mente e o meio em que estamos.

Neste sentido, os meridianos prestam papel essencial. Os pontos meridianos da acupuntura estão presentes em nosso corpo. Quando estimulados equilibram as energias para uma boa saúde física e mental. Na imagem abaixo é possível ver descobrir a localização dos meridianos e suas relações com os respectivos órgãos do corpo humano.acupunturaO “Triplo Aquecedor” aparece na Medicina Tradicional Chinesa com uma função integradora ligada aos aspectos do sistema endócrino, como a regulação da atividade orgânica, processos de assimilação, distribuição e expulsão dos alimentos, por isso, não é considerado propriamente um órgão.

Teoria dos Cinco Elementos

Na medicina chinesa, os meridianos estão relacionados com cinco elementos da natureza. Esta relação é conhecida como a Teoria dos Cinco Elementos, que fala da existência de uma relação fisiológica entre os órgãos do nosso corpo e cinco elementos principais presentes na natureza: água, fogo, madeira, metal e terra.

Funciona dessa maneira: os rins (água) alimentam o fígado de energia. O fígado (madeira), por sua vez, armazena o sangue que vai ajudar o coração. O calor do coração (fogo) aquece o baço (terra) que transforma a essência dos alimentos e enche o pulmão (metal), que purifica essa essência e, nesta circulação de fluídos, também auxilia a água dos rins.

Cuidados necessários

Nenhuma ocorrência de complicações durante ou após o parto já foi associada ao uso de acupuntura, no entanto, é recomendado fazer uso desse procedimento com cautela, sempre com estimulações delicadas, utilizando o menor número de pontos de acordo com a queixa da gestante. É importante que durante a sessão os pontos: Bx31 ao 34, IG4, E36, BP2, Bp3, Bp6 e Shixuan (ponto extra) não sejam utilizados, pois induzem ao aborto e trabalho de parto.

Estes pontos devem ser estimulados somente no final da gravidez, quando houver necessidade de indução ao parto. Em gestantes, não se pode ultrapassar o período de 30 minutos de agulhamento. Não utilizando os pontos acima, a acupuntura pode ser utilizada em qualquer fase da gravidez. Procure sempre as orientações do seu obstetra antes de iniciar qualquer tipo de tratamento ou procedimento.

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?
Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

FacebookInstagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

 

Leia mais

Yoga durante a gestação facilita na hora do parto

Conheça os benefícios da almofada amamentação

Problemas na placenta trazem risco para a gravidez

Como escolher o obstetra? Veja dicas!

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário