HomeTentantesNoiva de Lucas Lucco teve útero perfurado após aborto: entenda como e por que isso ocorre
lucas lucco

Noiva de Lucas Lucco teve útero perfurado após aborto: entenda como e por que isso ocorre

O cantor Lucas Lucco, e sua noiva, Lorena Carvalho, passaram por uma fase triste e delicada nos últimos tempos. Após noticiar o aborto espontâneo pelo qual passou, a jovem deu mais detalhes de seu caso no Instagram. 

Na rede social, a modelo relatou ter sofrido uma perfuração do útero, além de uma infecção, fatores que motivaram sua estadia no hospital. 

lucas lucco

Noiva de Lucas Lucco detalha complicações do aborto espontâneo

Para dar mais detalhes sobre o episódio, que a fez passar seis dias na UTI, Lorena escreveu um longo texto em que agradece a equipe médica que lhe atendeu e os amigos e familiares que lhe deram suporte emocional nesta etapa.

De acordo com os especialistas, viver um aborto espontâneo antes das 12 semanas de gestação, ou seja, no primeiro de trimestre de gravidez, é bastante comum. E isso não tem nada a ver com o comportamento da mãe.

Considera-se aborto espontâneo aquele que ocorre no início da gestação, clinicamente falando, mais simples do que o que acontece em estágios mais avançados da gravidez.

Ainda assim, abortos espontâneos podem causar sangramento intenso com anemia ou até mesmo choque hipovolêmico (perda de sangue causando eventualmente morte), infecção uterina ou generalizada, perfuração uterina com possibilidade de perda do útero e dificuldades para novas gestações futuras.

lucas lucco

Divulgação / Redes Sociais

Perfuração de útero após aborto: quando acontece?

É no caso de curetagens que pode acontecer a perfuração uterina. Porém, apesar de parecer arriscado, boa parte dos médicos afirmam  que são muito raros casos de perfuração uterina em curetagens. 

Eles acontecem ou em gestações mais avançadas ou quando o útero está infectado, pela fragilidade do órgão. Ainda assim, é um risco a todas as gestantes que sofrem aborto e precisam passar pela curetagem.

Normalmente, a perfuração é detectada ainda durante o procedimento, que é pausado assim que o útero é lesionado.

A perfuração, segundo Andrea, é detectada ainda durante o procedimento, que é pausado assim que o útero é lesionado. Como tratamento, a mulher fica internada e toma medicamentos por meio do soro. 

Ultrassom e raio-x são realizados para ver se a perfuração pegou outro órgão. Na grande maioria das vezes, o útero se recupera sozinho.

lucas lucco

Recuperação após aborto espontâneo

Quanto à recuperação após um processo de aborto espontâneo, o indicado é de uma semana a 15 dias sem atividades sexuais ou grandes esforços físicos.

Caso a mulher tenha a intenção de engravidar novamente, recomenda-se uma alimentação rica em ferro pela perda sanguínea e que se investigue as possíveis causas do abortos.

Em casos que não precisaram de intervenção alguma e tudo correu naturalmente, é necessário um intervalo de, no mínimo, três meses até a nova gravidez. Já nos casos em que houve curetagem ou aspiração, a espera mínima é de 6 meses – mas esse período pode variar a depender das causas e da gravidade do aborto.

Além da parte física, é fundamental que a mulher se recupere do abalo psicológico, recebendo acolhimento familiar e de toda rede de apoio, ou ainda, contando com auxílio médico.

lucas lucco

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?

Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

Facebook, Instagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

 

Leia mais:

Gravidez cura endometriose?!

10 perguntas fundamentais para fazer ao ginecologista antes de engravidar

Teste de gravidez: qual o momento certo de fazer?!

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário