HomeTentantesOvulação: 10 curiosidades que as tentantes precisam saber
Ovulação

Ovulação: 10 curiosidades que as tentantes precisam saber

Quando decidimos que é chegada a hora de começar a tentar ter um filho, um do períodos mais aguardados é o da ovulação.

Por mais divertido que as tentativas sejam, ter relações na época certa do mês aumentam as chance de sucesso. Por isso, montamos um guia prático sobre a ovulação, com as principais informações deste período.

Ovulação

Tentantes: o que saber sobre a ovulação?

 

1.Conheça bem seu ciclo menstrual

Conhecer o funcionamento do ciclo menstrual é o primeiro passo para a mulher entender quando está ovulando. Antes de tudo, é bom saber que começamos a contar o ciclo a partir do primeiro dia de menstruação. Assim, se você ficou menstruada no dia 15, esse será o primeiro dia do ciclo.

Na primeira fase do ciclo, o útero está iniciando a preparação para a implantação do bebê, ficando com as paredes mais espessas e vascularizadas. 

Em um ciclo de 28 dias, isso ocorre pelas duas primeiras semanas, até por volta do 12º ao 15º dia do ciclo, quando um pico do hormônio luteinizante (LH), produzido pela glândula hipófise da mulher, provoca a ovulação — a liberação, por um dos ovários, de um óvulo para ser fecundado.

2.Fique atenta a mudanças no muco cervical 

As alterações hormonais que levam à ovulação também fazem com que o muco cervical se torne mais volumoso, mais elástico e mais pegajoso, sem cheiro ou cor, com uma textura parecida com a de uma clara de ovo. A dica é sempre testar o muco cervical entre a ponta do polegar e do dedo indicador, associando o período fértil à época em que é possível gerar um fio de muco entre os dois dedos.

3.Preste atenção à sua libido

Seu desejo sexual aumentou significativamente de uns dias para cá? Isso também pode ser sinal de que você está ovulando. Como o período fértil está relacionado a uma enorme produção de hormônios, é natural que a libido aumente bastante durante a ovulação.

4.Comece a utilizar testes de farmácia para saber se está ovulando

Semelhante aos testes de gravidez, existem também os testes de farmácia para a ovulação. Estes testes detectam na urina da mulher o aumento dos níveis de LH associados à liberação do óvulo.

Além da praticidade de ser feito em casa e da alta confiabilidade do resultado, o teste é sensível o suficiente para identificar a ovulação com um dia de antecedência.

Ovulação

5.Não subestime o período em que está menstruada

Se você torceu o nariz e não entendeu nada sobre essa informação, nós explicamos: imagine que você ficou menstruada dia 1º e teve relações sexuais no dia 7, período em que ainda estava sangrando um pouco. Considerando que o espermatozóide sobrevive por até cinco dias, ele ainda poderá fecundar o óvulo que será liberado logo adiante.

Dessa forma, a sua gravidez vai ser concebida por consequência de uma relação que ocorreu quando você ainda estava menstruada. Vale lembrar, entretanto, que esses casos são mais raros e, geralmente, só ocorrem quando a mulher tem um ciclo menor.

6.Período de ovulação afetado

Estresse, atribulações do dia dia e alguns hábitos rotineiros podem afetar o período ovulatório. Por isso, se não quiser uma gravidez, previna-se com outros métodos e não confie apenas nas contas, a famosa “tabelinha”. 

7.Aumento da temperatura corporal

Durante o período fértil, a temperatura do corpo da mulher também sofre uma leve alteração. Se for medida da maneira correta, essa elevação de temperatura pode ser percebida e tida como mais um indício de ovulação.

Para descobrir o momento da ovulação, a mulher, assim que entra no período fértil, precisa medir diariamente sua temperatura. A medição tem que ser feita logo que ela acordar (o que é chamado de temperatura basal). O ideal é que ela nem se levante da cama.

8.Entenda o funcionamento dos anticoncepcionais

Quantas histórias você já escutou de mulheres que engravidaram tomando anticoncepcionais, não é mesmo? Apesar de ser um método seguro — já que ele inibe a ovulação e altera o endométrio e o muco cervical —, é possível que a mulher ovule tomando a pílula diariamente. Isso pode acontecer se a pessoa:

– esquecer de tomar o remédio diariamente e no mesmo horário;

-tomar medicamentos, alguns tipos de antibióticos, que diminuem a eficácia das pílulas. Por isso, é sempre importante informar aos médicos o tipo de anticoncepcional que você toma;

-vomitar ou tiver diarreia até duas horas após ter ingerido o comprimido.

9.Identifique dores ou sangramentos

Algumas mulheres sentem uma leve pontada no momento da ovulação, a chamada Mittelschmerz (do alemão, “dor do meio”, já que costuma ocorrer no meio do ciclo menstrual). A dor pode ser tão específica que essas mulheres conseguem inclusive identificar de qual dos dois ovários o óvulo foi liberado, de acordo com o lado da dor.

10.Espermatozóide

O espermatozóide pode sobreviver no corpo da mulher por até 5 dias, por isso é importante ficar atenta ao período fértil da mulher.

Ovulação

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?

Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

Facebook, Instagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

 

Leia mais:

Quanto tempo é preciso esperar para ter relação sexual após a curetagem?

Gravidez entre amigas é contagiosa?

Estresse x fertilidade – 8 dicas para as tentantes diminuírem a ansiedade

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário