HomeTentantesOvulação tardia: quais os sintomas e tratamentos?
Ovulação Tardia

Ovulação tardia: quais os sintomas e tratamentos?

Diversos motivos podem significar o atraso na menstruação, mas poucas mulheres sabem que muito além do ciclo menstrual irregular também existe a ovulação tardia. Principal causador do atraso menstrual, esse distúrbio também tem total relação com o período fértil da mulher e influencia negativamente nas chances de engravidar.

Nessa matéria completa vamos falar tudo sobre a ovulação tardia. Confira quais são suas causas, sintomas e tratamentos!

O que é a ovulação tardia?

Para entendermos claramente esse assunto, primeiramente precisamos compreender como funciona o ciclo menstrual. Se considerarmos um ciclo de 28 dias, o período fértil ocorrerá no meio dele, em torno do 14° dia (pode variar até o 16°), quando acontece a ovulação, ou seja, antes da próxima menstruação. Nesse caso se trata de um ciclo normal. Ovular no durante um período inesperado é um dos sinais da ovulação tardia. Um ciclo menstrual mais longo também é um dos indícios que caracterizam o desregulamento.

Ovulação Tardia

Principais causas

As causas podem ser várias ou mesmo não identificadas. Mas as principais são:

  • Problemas hormonais: o corpo desregula a liberação de hormônios que regem o ciclo menstrual;
  • Tratamentos com a ingestão de hormônios, que também podem desequilibrar os responsáveis por esse processo;
  • Ovários policísticos, que geram irregularidade na menstruação.

A desvantagem da ovulação tardia é a impossibilidade de acompanhar, com certeza, o seu período fértil. O que pode prejudicar tanto a tentativa de engravidar, quanto o uso da tabelinha como método contraceptivo.

Sintomas mais comuns

Os sintomas de ovulação tardia são semelhantes a ovulação normal, a única diferença é que uma pode acontecer muito depois do que o previsto inicialmente. Algumas vezes até quando a menstruação deveria acontecer! Os sintomas de ovulação tardia podem ser:

  • Pontadas do lado onde o folículo está com o ovário maduro
  • Presença de muco elástico
  • Temperatura basal baixa
  • Teste de ovulação positivo

Tratamentos

Existem algumas possibilidades de tratamento e para entender qual o mais indicado é preciso antes saber qual é a causa da ovulação tardia.

O tratamento da síndrome dos ovários policísticos dependerá dos sintomas apresentados pela mulher e poderá incluir perda de peso, uso de anticoncepcionais hormonais, uso de metformina, terapia com gonadotrofina, cirurgia bariátrica, controle do colesterol, entre outros.

Para mais informações, não deixe de ler essa matéria: SOP: O que é a Síndrome dos Ovários Policísticos?

SOP

Nas causas relacionadas com os problemas hormonais ou tratamentos com a ingestão de hormônios, o médico realizará exames para que seja feita a regulação das taxas de hormônio e as tentativas para engravidar tenham mais chances de sucesso.

 

Quer saber mais sobre gravidez e o mundo das tentantes?
Não perca nossas postagens seguindo todas as redes sociais!

FacebookInstagram (@blogtestepositivo) e Pinterest.

 

Leia mais:

Beta HCG qualitativo e quantitativo: Qual a diferença?

Problemas na tireoide podem causar infertilidade?

Coito programado é técnica simples e eficiente para engravidar

Como lidar com o medo de não conseguir engravidar?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Teste Positivo é um blog com conteúdo voltado para gestantes e mamães. O blog é uma forma de batermos um papo sobre maternidade, bebês, saúde, bem-estar, decoração, moda e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@testepositivo.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário